Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 13ago

    Lula: reforço para Osmar no Paraná/Foto:Ciciro Back

    A coordenação da campanha do senadorOsmar Dias (PDT) ao governo do Estado está negociando uma nova visita do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e da candidata à sucessão presidencial, Dilma Rousseff (PT), ao Paraná ainda este mês.

    Desta vez, o projeto é trazer o presidente e a candidata para um ato público em Maringá, na região Noroeste do Estado. Além dessa atividade, os estrategistas da campanha do senador pretendem organizar uma reunião entre Lula, Desta vez, o projeto é trazer o presidente e a candidata para um ato público em Maringá, na região Noroeste do Estado.

    Além dessa atividade, os estrategistas da campanha do senador pretendem organizar uma reunião entre Lula, Dilma e os representantes das cooperativas no Paraná.

    O presidente estadual do PT, Ênio Verri, disse que a data está sendo discutida com o presidente, já que sua agenda para ajudar na campanha de Dilma se restringe aos finais de semana, para não provocar a Justiça Eleitoral.

    A intenção é juntar Lula e Dilma com os representantes de cooperativas, um setor com o qual Osmar sempre teve uma estreita ligação, mas que é refratário ao PT. “Nós queremos fazer um debate com o setor de cooperativas que é muito forte no Estado.

    Nós já conversamos com a indústria. Agora, temos que ampliar esse debate para o agronegócio”, disse o dirigente estadual do PT. Na visita anterior, Lula e Dilma tiveram um encontro com os empresários em Curitiba.

    Reação

    A vinda de Lula e Dilma na região Norte pode ser fundamental para rebater a estratégia do principal adversário do pedetista, o tucano Beto Richa que, desde o início da campanha, vem acusando Osmar Dias de ter se aliado ao Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST).

    A fórmula da campanha de Beto tem sido a de estabelecer um vínculo entre a candidatura do pedetista e as ocupações de terras, o terror dos proprietários rurais.

    A mesma conexão que afeta a ex-ministra Dilma Rousseff, que também enfrenta resistências desses setores à sua candidatura. Nacionalmente, a campanha tucana propaga que se eleita, Dilma incentivaria invasões de terras.

    Em resposta, Osmar tem dito que não mudou sua posição sobre ocupações de terras, mesmo tendo se aliado ao PT.

    Também já divulgou levantamentos mostrando que nos sete anos de governo Lula e do ex-governador Roberto Requião, o número de invasões de terras teve uma redução de 50% no Estado, em comparação com o governo do ex-presidente tucano Fernando Henrique Cardoso e do ex-governador Jaime Lerner.

    Osmar Dias prometeu ainda implantar uma versão local do programa Paz no Campo, do Ministério do Desenvolvimento Agrário.

    “Trabalharemos em conjunto com a Ouvidoria Agrária Nacional nas principais diretrizes do programa, que tratam da prevenção de tensão social no campo, da capacitação de mediadores de conflitos sociais e na mediação de conflitos agrários”, disse, em declaração publicada no seu site de campanha, onde também define como “má fé” as tentativas de associá-lo às ocupações.

    PARANÁ ONLINE/ELIZABETE CASTRO

    Publicado por jagostinho @ 10:31



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

6 Respostas

WP_Cloudy
  • Oscarzinho Disse:

    O Urtigão está vendo que vai pro saco e precisa do Lula para salvar. Com sua grosseria com os outros cada dia osmar perde votos. Beto leva mais por ruindade do osmar do que por virtudes do beto. Uma pena.

  • Quincas Disse:

    Se o Osmar pensa que aqui no Paraná o Lula vai transferiri votos pra ele, está muito enganado. Vai a luta Osmar pois o paranense não é teleguiado.

  • Tarcisio Disse:

    Que bom que a turma do beto ache que Lula não transfere votos para o Osmar. Vão ver dia 3 de outubro !!!

  • Ailton Beltrão Disse:

    ELEIÇÕES 2010
    No Sudoeste do Paraná, região com aproximadamente 500 mil eleitores, Osmar Dias lidera com 63% da preferência do eleitorado.

  • Alex Disse:

    Penso que o paranaense em qualquer eleição, é mais realista e crítico que eleitores de outros estados brasileiros. Não é a toa que o presidente Lula a muito tempo, disse que o Paraná faria diferença na campanha nacional, podendo até ser o fiel da balança. O maior nível de escolaridade na população talvez seja o motivo. Lula pouco transfere votos em lugares assim. Só para constar. Quanto a afirmação de que a campanha tucana nacional diz que invasões de terra aumentariam em um governo Dilma, ela é verdadeira pois quem disse isso foi Stédile, cabo de Dilma. Eu li esta entrevista. Ele pessoalmente afirmou isso.

  • Pina Disse:

    Deve pedir para o Lula vir mesmo, daí que o Osmar despenca de vêz em todo Paraná.
    Será que ninguém sabe que no Paraná o PT não tem vêz!!!!!!
    Dá-lhe Beto Richa!!!!

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.