Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 10ago

    PARANÁ ONLINE

    Um dos jovens foi decapitado no acidente

    Acusado de dirigir embriagado a quase 200 km/h e, ainda, de ter causado o acidente que matou dois jovens em maio do ano passado, em Curitiba, o ex-deputado Luiz Fernando Ribas Carli será interrogado hoje, no Tribunal do Júri da capital.

    Há a expectativa que o juiz responsável pelo caso, Daniel Surdi de Avelar, diga se Carli Filho enfrentará júri popular, ao anunciar a sentença de pronúncia. Carli Filho foi indiciado, pelo MP, por duplo homicídio qualificado com dolo eventual.

    Duas testemunhas ainda faltam ser ouvidas por carta precatória (porque estão fora de Curitiba). No entanto, o advogado da família de uma das vítimas (Gilmar Souza Yared), Elias Mattar Assad, acredita que elas não serão necessárias.

    Assad tem a expectativa que a sentença de pronúncia saia hoje porque o tempo de conclusão do processo já expirou. “Por lei o juiz tem 90 dias para finalizar, mas esse tempo já passou”, disse Assad. Muitas pessoas estão sendo esperadas no Tribunal do Júri, hoje, e a família Yared pretende levar faixas com pedido de justiça.

    Acidente

    O acidente que matou Gilmar Souza Yared, 26 anos, e Carlos Murilo de Almeida, 20, ocorreu na madrugada de 7 de maio, no Mossunguê. O carro em que os dois trafegavam (um Honda Fit) foi destruído pelo Passat alemão do ex-deputado, que voou sobre o teto do Honda. Um dos meninos foi decapitado.

    Os dois morreram no local. Carli Filho foi encaminhado ao Hospital Evangélico e, dias depois, fez cirurgia no Albert Einstein, em São Paulo. Hoje ele vive em Guarapuava, na região centro-sul do Paraná.

    ANALISANDO:- Vou morrer dizendo, mas não me importa: JUSTIÇA LENTA NÃO É JUSTA !!

    Agora, uma pergunta: se não fosse de família rica e influente não estaria preso aguardando julgamento?

    Uma constatação recente: lembram do acidente com um ônibus, na praça Tiradentes, onde, claramente, houve uma falha mecânica no ônibus. E por que foram prender o motorista no hospital?

    Mas, um deputado, com carteira vencida por dezenas de multas por excesso de velocidade, embriagado e dirigindo numa velocidade superior à 190km/hora, mata dois jovens e permanece leve, livre e solto?

    Até quando, meu Deus ?


    Publicado por jagostinho @ 09:32



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

3 Respostas

WP_Cloudy

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.