Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 08ago

    FRANCE PRESSE

    Juan Manuel Santos assumiu oficialmente neste sábado a presidência da

    Juan Manuel Santos - a Colômbia tem novo presidente

    Colômbia. Pouco após a posse, ele falou a respeito da crise diplomática com a Venezuela. Santos descartou a possibilidade de conflito com o país vizinho e disse que não pretende contar com a mediação de outros países nas negociações.

    “A palavra guerra não está em meu dicionário quando penso na relação da Colômbia com seus vizinhos ou com qualquer nação do planeta”, afirmou. Ele agradeceu aos países – a exemplo do Brasil – que se ofereceram para mediar a crise entre Bogotá e Caracas, mas disse que prefere “o diálogo franco e direto, e o mais rápido possível” com o governo do coronel Hugo Chávez.

    Santos tomou posse por volta das 17h45 deste sábado, em cerimônia que contou com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do chanceler da Venezuela, Nicolás Maduro, do príncipe Felipe, da Espanha, e delegações de outros 77 países. Santos recebeu a faixa presidencial das mãos do presidente do congresso Armando Benedetti. “Juro a Deus e prometo ao povo cumprir fielmente a Constituição e as leis da Colômbia”, respondeu Santos, quando Benedetti lhe tomou o juramento na histórica Plaza de Bolívar.

    Compareceram também à posse de Santos o presidente equatoriano, Rafael Correa, e o chanceler venezuelano, Nicolás Maduro. “Contem sempre com nosso total apoio. Estamos aqui para ratificar essa irmandade inquebrável de nossos povos”, disse Correa em sua chegada ao aeroporto militar de Bogotá. Essa é sua primeira viagem à Colômbia desde a ruptura das relações bilaterais. Já Maduro disse trazer uma “mensagem de amor e de futuro” do presidente Hugo Chávez, o que indica que mantém a intenção de avançar nas negociações com o novo presidente para resolver a crise entre os dois países.

    PerfilSantos assume com a promessa de dar continuidade às políticas de segurança e de abertura econômica de seu predecessor Álvaro Uribe, que deixa o cargo ao final de oito anos de mandato, com um índice de aprovação de 80%.

    O novo presidente foi ministro da Defesa no governo Uribe entre 2006 e 2009. Ele se apresenta aos colombianos como o presidente que manterá a política de mão dura com os terroristas das Farc. Santos promete também dar destaque à questão social, num país que possui 46% de pobres e uma taxa de desemprego de 12%.

    Farc Santos ofereceu diálogo com as guerrilhas de seu país caso os terroristas abandonem a violência e interrompam os sequestros. “Aos grupos armados ilegais que invocam razões políticas e hoje falam mais uma vez em diálogo, digo que meu governo estará aberto a qualquer conversa que busque a erradicação da violência”, disse Santos.

    Diplomacia O primeiro encontro bilateral do novo presidente será com o governo brasileiro. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva confirmou hoje, durante entrevista coletiva em Bogotá, que Santos vai se encontrar com ele no próximo dia 1º de setembro.

    Publicado por jagostinho @ 17:39



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.