Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

2 Respostas

WP_Cloudy
  • gabriel Disse:

    bom que uma entidade como essa tb apoie o novimento de limpeza na ALEP. Parabens

  • Carlos . Disse:

    Nesta sociedade hipócrita e por essência oligárquica e patrimonialista tudo está contaminado por estes valores e o nepotismo se faz presente nas relações sociais que a permeiam. Dentro desta perspectiva caso venhamos a analisar com profundidade desde como se dá a estruturação de poder dentro de uma simples Associação de moradores, passando pelos Sindicatos de trabalhadores e chegando ao topo das entidades patronais veremos que ela é a mesma, pois está tradição arcaica se faz presente em todos os extratos e segmentações sociais.

    A frase “primeiro os meus” toma o lugar que deveria ser ocupado pela meritocracia. Assim se dá quando um dirigente sindical emprega os seus e de forma imoral cobra dos advogados trabalhistas que os servem o “por fora” para assim poder bancar uma melhor vida para os que carregam a sua carga genética. O que não é diferente de quando na construção de um prédio do Judiciário do Trabalho, sendo um grande exemplo o juiz Lalau, se emprega os parentes ou se desvia milhões para garantir o lazer em família ou mesmo a formação acadêmica de seus filhos e netos nos EUA ou na Europa. Nas entidades patronais não é diferente, pois é só analisar as folhas de pagamento nas mesmas e as despesas com mordomias para os seus dirigentes e agregados para chegar a conclusão de que estes nossos vícios de origem permeiam a tudo e a todos.

    Hipocritamente vemos os “rotos” questionando a forma de ser dos “rasgados”, dos que são a “bola da vez” a serem demonizados pelas meias verdades impostos pelos amorais meios midiáticos. Estes se colocando acima do “bem e do mal”, a revelia das leis, se assumem como magistrados com o poder de julgar e condenar antecipadamente somente aos seus desafetos, e assim induzindo a população “substituem” o papel da verdadeira Justiça.

    Desta forma os herdeiros da tradição luso católica imperial de tempos em tempos pela mídia de forma falso moralista jogam alguém da fogueira para assim dar ao populacho a impressão de que no meio da merda coletiva que a séculos vivemos aflora a “moral e os bons costumes”.

    Para quem conhece um pouco de história e acompanha os noticiários fica claro que o “pau que bate em Chico não bate no Francisco”, cuja memória também é ofuscada pelas benesses de que o seu clã ao longo de décadas de relações amoralmente espúrias com o poder, dos quais direta e indiretamente sempre fizeram parte, se locupletou.

    A corporação OAB, cujo presidente no Paraná é historicamente ligado a RPC, julga com a mesma intensidade e rigorosidade os seus? Quantos advogados, que arvoram o ‘direito de todos a ampla defesa”, financeiramente são “bem sucedidos”, mas nunca punidos por sob este escudo sofista atuarem na defesa do crime organizado?

    A FIEP, da qual historicamente conhecemos bem o funcionamento interno – vide escândalo Carvalhinho, etc – possui moral para questionar a qualquer estrutura de poder? Será que nela as suas relações internas são exemplo de lisura?

    O segmento integrista majoritário no poder dentro da ICAR, com seu passado altamente comprometido com as Inquisições, com o escravagismo, com a ligação com o nazismo e o fascismo, por estar por trás de vários golpes de Estado na América Latina, etc., como atualmente pelos escândalos financeiros cometidos por integrantes da alta cúpula do Vaticano e pelas tentativas desta em empurrar para debaixo do tapete os casos de pedofilia, possui alguma moral para julgar quem quer que seja?

    Neste caldeirão infernal não dá para deixar de lado os pastores midáticos que, se esquecendo da perseguição da mesma contra os evangélicos pentecostais, atrás de visibilidade como mariposas voam em direção aos holofotes da Globo. Escândalos envolvendo a estes também não é nenhuma novidade, pois é só lembrar da “Universal”, da “Renascer”, etc..

    E as “lideranças estudantis” tem a “coragem” de vir a público querer comparar está guerra da Globo com a ALEP com a luta contra a ditadura e a favor das “Direta já”?

    Estes “meninos da Globo” por interesses não tão militantes “esquecem” de que está emissora foi o principal meio de comunicação a dar respaldo a ditadura militar e de que no principal comício pelas “Diretas Já”, ocorrido no Vale do Anhangabau em S.Paulo, no qual estiveram presentes mais de um milhão e meio de pessoas, a população gritando “O povo não é bobo, fora rede Globo” virou um caminhão retransmissor deste canal de televisão!

    Eles são os mesmos que quando o governo Lula se afundava nas denúncias de corrupção envolvendo o “mensalão” foram para as ruas para defender o que dizia que “não sabia de nada”, mas que hoje afirma que antes havia sido avisado de que este estaria sendo montado.

    Será verdadeira a informação de que o governo petista repassou mais de 98 milhões para o grupo RPC?

    Temos de acabar com o “jeitinho brasileiro” e isto se dará não pelo discurso falso moralista e sim pela consolidação democrática e popular do Estado brasileiro e com certeza isto não se ocorrerá pelo fortalecimento do discurso falso moralista e hipócrita da Rede Globo!

    Dizem que a “revolta cívica” da RPC foi causada pelo fato da emissora ter perdido a licitação da TV Sinal, a que transmite as sessões da ALEP, para o Canal 21!

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.