Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 02jun

    ASSESSORIA DE IMPRENSA/DÉBORA MATOS

    Gleisi no HC/Foto - Elias Dias

    A pré-candidata ao Senado, Gleisi Hoffmann, participou da Assembleia dos Servidores do Hospital das Clínicas, realizada na manhã desta terça-feira, em Curitiba.

    O encontro serviu para repassar informações a respeito da reunião ocorrida na semana passada, em Brasília, para tratar sobre a situação de 1,1 mil trabalhadores da Funpar que atuam no HC da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

    Em audiência intermediada pelo deputado federal Ângelo Vanhoni (PT-PR),  o ministro Paulo Bernardo (Planejamento) revelou que o governo enviará um projeto ao Congresso criando o cargo de servidor CLT da União, possibilitando que os funcionários continuem trabalhando no hospital até quando quiserem sair ou se aposentarem.

    A notícia foi bastante comemorada, pois coloca fim a uma situação de instabilidade que se arrasta há 22 anos. “Foi uma grande vitória. Marcou a reunião de todas as forças que querem resolver este assunto”, afirmou o reitor da UFPR, Zaki Akel Sobrinho.

    O vice-presidente do Sinditest, Antônio de Souza, sintetizou o sentimento dos envolvidos. “Nós sofremos muito, mas hoje estamos comemorando. É um sonho de mais de 20 anos que agora esperamos que se concretize”, frisou.

    “Este é o primeiro passo concreto para a resolução do problema”, acrescentou o presidente do sindicato, Wilson Messias.

    Para Gleisi, que há anos acompanha a situação no HC, o empenho do Governo Federal em resolver o impasse é motivo de comemoração não apenas para os funcionários, mas para todo o Paraná.

    “Ando por todo o Estado e em todos os lugares encontro pessoas que já receberam atendimento aqui. O Hospital das Clínicas é referência e representa muito para o Paraná, por isso estou bastante feliz em participar desse momento tão positivo e alegre”, disse, lembrando que o projeto de lei beneficiará mais de 46 hospitais universitários e 20 mil trabalhadores de todo país.

    “O problema foi resolvido graças à iniciativa e força do Paraná”, completou.

    Publicado por jagostinho @ 12:07



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Uma resposta

WP_Cloudy
  • geraldo Disse:

    e a loirinha lindinha não perde tempo. Vai fazendo sua campanha. Está certa. Não tem Justiça eleitoral mesmo. Segue em frente futura senadora!!

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.