Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 18maio

    Pugliesi - impressionado com o programa PARANÁ ALFABETIZADO

    Em 2000 a taxa de analfabetismo em Pitangueiras era de 15,03%. Desde 2006, quando o programa Paraná Alfabetizado teve início na região, a taxa foi reduzida para 2,67%,

    O deputado Waldyr Pugliesi, presidente estadual e Líder do PMDB na Assembleia Legislativa comemorou, nesta terça-feira (18), o fim do analfabetismo em Pitangueiras, na região central do Paraná.

    “Participei da solenidade na última sexta-feira (14), da cerimônia de Declaração de Território Livre do Analfabetismo do município e fiquei impressionado com o alcance social deste programa, o Paraná Alfabetizado”, declarou Pugliesi

    Pitangueiras é uma das 34 cidades do Paraná livres do analfabetismo, graças ao programa lançado pelo Governo do Estado em agosto de 2004, durante a gestão do ex-secretário de Educação, Maurício Requião.

    “Pitangueiras conquistou hoje essa vitória com muita competência e cabe a nós cidadãos paranaenses ajudar a garantir e tornar todo o Paraná território livre do analfabetismo”, afirmou Pugliesi.

    De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no ano de 2000 a taxa de analfabetismo em Pitangueiras era de 15,03%. Desde 2006, quando o programa Paraná Alfabetizado teve início na região, a taxa foi reduzida para 2,67%, tornando o município território livre do analfabetismo.

    HOMENAGEM – Aproximadamente 800 pessoas participaram da cerimônia no Ginásio de Esporte Municipal Laudemar Lenhar. O ato foi coordenado pela secretária estadual de Educação, Yvelise Arco-Verde.

    “Alfabetizar a sociedade é um dever de todos. Precisamos pagar essa dívida histórica que temos com aqueles que não tiveram a oportunidade de estudar”, disse.

    “Hoje, ver todas essas pessoas aqui orgulhosas em dizer que sabem ler e escrever é um momento de alegria e um marco histórico não só para o município, como o Paraná e o Brasil”, completou a secretária.

    Segundo Yvelise, agora o município tem três desafios pela frente: dar à pessoa alfabetizada oportunidade de continuar os estudos, reduzir as taxas de evasão e reprovação e criar programas de atividades culturais e esportivas no contra-turno escolar.

    TESTEMUNHO – O recém-alfabetizado Tomaz Rufino de Souza, 55 anos, ficou emocionado ao descrever como se sentia ao ser alfabetizado.

    “Para muitos, há algum tempo, bastava o cidadão saber assinar seu nome, porque só o voto era interessante. Hoje essa realidade está mudando, o estudo, a educação garante à pessoa uma relação plena com toda a sociedade, podendo ela decidir o futuro melhor da sua cidade e país”, disse.

    “Nós somos exemplos para o Estado e para o Brasil e devemos isso a todos vocês que presentearam o município com esse prêmio. Estamos todos orgulhosos”, destacou o prefeito Cristovon Videira Ripol.

    Participaram da cerimônia, a chefe do Núcleo Regional de Educação de Londrina, Márcia Maria Lopes de Souza; a secretária municipal de Educação, Eliza Regina Sarri Gonçalves; vereadores, lideranças e demais autoridades.

    Esta semana serão declarados territórios livres do analfabetismo os municípios de Fernandes Pinheiro, Paranapoema, Nova Aliança do Ivaí, Santa Mônica e Porto Rico. As cerimônias de Declaração de Território Livre do Analfabetismo irão até o mês de julho.

    Publicado por jagostinho @ 18:00



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

4 Respostas

WP_Cloudy

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.