Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 07maio

    Eband

    Os três pré-candidatos à Presidência da República defenderam a extensão dos royalties para outros recursos naturais além do petróleo. A proposta foi apresentada nesta quinta-feira, durante o 27º Congresso Mineiro de Municípios, em Belo Horizonte.

    Dilma Rousseff (PT), José Serra (PSDB) e Marina Silva (PV) participaram de uma espécie de pré-debate. Os três responderam a quatro perguntas dos prefeitos mineiros sobre o tema “Autonomia municipal – realidade ou utopia?”.

    Cada um teve cinco minutos para responder cada pergunta e outros cinco minutos para considerações finais. O evento teve apresentação e mediação de Fernando Mitre, diretor de jornalismo da Band, e foi transmitido ao vivo pela BandNews e Rádio BandNews FM.

    Além de defender a extensão dos royalties, os três concordaram que é preciso reavaliar a forma de distribuição destes recursos.

    Dilma defendeu, no entanto, a atual proposta do governo para o pré-sal, na qual o município que descobre o recurso natural tem uma porcentagem sobre os lucros, mas a maior parte do dinheiro vai para um fundo social para projetos em todo o país.

    Os prefeitos mineiros questionaram os pré-candidatos sobre a reforma tributária. Nenhum dos três apresentou uma proposta objetiva para a aprovação da reforma.

    Para Serra, a reforma tributária deve ser feita com foco em compensações e nos encargos. No entanto, como uma solução em curto prazo, o tucano defende mecanismos automáticos para reposição de perdas em impostos e distribuição de recursos para os municípios.

    Marina Silva diz que a reforma tributária não sai do lugar porque os partidos não pensam no Brasil e sim em seus interesses conjunturais. Como solução, Marina sugere uma constituinte exclusiva para a reforma tributária.

    Dilma Rousseff reconhece que o tema é complexo, que exige muitas negociações, mas acha que é possível. A petista também defende um projeto de compensações para a reforma tributária.

    O evento foi uma espécie de ensaio para um debate político. Dilma chegou a ser vaiada em determinado momento, quando deu a entender que os municípios foram muito beneficiados pelo governo Lula.

    Marina Silva estava bastante resfriada e não se levantou para falar. Com dor de garganta e visivelmente abalada, a candidata verde encerrou antes do tempo uma de suas falas.

    Já Serra deixou evidente qual será tom da campanha: muitos números e legislação na ponta da língua, piadas de futebol e exaltação de sua experiência com administrador público.

    Este foi o primeiro evento que reuniu os três pré-candidatos à Presidência.

    Publicado por jagostinho @ 09:02



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Uma resposta

WP_Cloudy
  • henrique Disse:

    pelo que vejo os tres tem que ser punidos pelo TSE. Ninguem ainda é candidadto a nada.Ou estou errado?

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.