Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 05maio

    ASSESSORIA DE IMPRENSA/MARILIZA BONESSO/APAJUFE


    Estão em Brasília, os Juízes Federais do Paraná, João Pedro Gebran

    Juiz Anderson Furlan -Pres. da APAJUFE

    Neto, de Curitiba, e Antônio César Bochenek, de Ponta Grossa,  junto do presidente da OAB-PR, José Lúcio Glomb, em busca de apoio dos congressista, a PEC 544/02.

    Além deles, participam do esforço associativo os representantes da Ajufe e Juízes Federais de Tocantins, Rondônia, Minas Gerais e da Bahia, que contam com o apoio e a presença do presidente da OAB do Distrito Federal, Francisco Queiroz Caputo Neto.

    O grupo participou durante toda à tarde de ontem, dia 04, de  reuniões com as lideranças do PMDB, PP, PDT, e com o presidente da  bancada da oposição, o deputado Gustavo Fruet.

    “O nosso trabalho aqui  é pela inclusão da Emenda na pauta de votação e pela sua conseqüente aprovação”, afirmou o Juiz Gebram Neto.

    Ele informou ainda que durante todo este mês de maio o trabalho dos juízes será intenso:

    “Amanhã nos encontraremos com outras lideranças e bancadas, a fim de que eles levem nossa reivindicação ao presidente da Casa e a PEC seja votada.

    Também retornaremos a Brasília nas próximas semanas  para dar continuidade ao trabalho.”

    APAJUFE FAZ CONVOCAÇÃO

    A Associação Paranaense dos Juízes Federais (Apajufe) também  está se mobilizando para ir a Brasília nas próximas semanas, na  intenção de pressionar os congressistas a incluir na pauta de votação a PEC 544, que cria quatro Tribunais Regionais Federais, sendo um deles na capital paranaense.

    Os juízes estarão em Brasília nas terças e quartas-feiras, das duas semanas seguintes, unindo esforços na tentativa de acelerar o processo de aprovação da Emenda:

    “Vivemos o auge dos debates sobre a  Emenda, por isso, este é o momento certo para unirmos esforços e trabalharmos arduamente junto às lideranças para que haja a aprovação da PEC, defendeu o presidente da APAJUFE, o Juiz Federal Anderson Furlan.”

    A importância da PEC 544 para diminuir o passivo do segundo grau da Justiça Federal, é o principal ponto ressaltado por Furlan.  E a aprovação da PEC terá baixo  impacto orçamentário: “No Paraná, por  exemplo, o Governador  entregou compromisso escrito de cessão de imóvel, de modo que não  haverá necessidade de se construir novos edifícios”, informou o Juiz.

    Publicado por jagostinho @ 19:35



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

2 Respostas

WP_Cloudy
  • saulo Disse:

    parabens aos nossos juízes. Não somos mais província.Não ter um Tribunal Regional no paraná é um absurdo.

  • serginho Disse:

    vamos ver se essa politicalhada aprova a PEC. Eles tem medo de muitos tribunais. Tem rabo preso em todo lugar.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.