Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 25mar

    O presidente americano, Barack Obama, criticou severamente Cuba por sua contínua repressão

    Obama: fim da tática "mão dura"

    aos direitos humanos e à política, e pediu o fim da tática da “mão dura” adotada pelo regime comunista contra seu povo.

    Eventos recentes, incluindo a morte de um ativista por greve de fome, bem como restrições a manifestantes, “reforçam que ao invés de abraçar uma oportunidade de ingressar em uma nova era, as autoridades cubanas continuam a responder às aspirações do povo cubano com mão dura”, disse Obama, em algumas das palavras mais duras proferidas contra Havana desde que assumiu o poder, há 14 meses.

    “Uno a minha voz à dos bravos indivíduos em toda Cuba e ao crescente coro ao redor do mundo para pedir o fim da repressão, a libertação imediata e incondicional de todos os prisioneiros políticos em Cuba e o respeito aos direitos básicos do povo cubano”, acrescentou.

    Obama assumiu a Presidência no começo de 2009 prometendo uma aproximação com o único governo comunista das Américas e teria instado o presidente Raúl Castro a implementar esforços para estreitar os laços entre Havana e Washington.

    No mês passado, Obama enviou seu mais alto assessor a Havana para tratar de questões de migração. Mas, na quarta-feira, o presidente americano descreveu os acontecimentos recentes, inclusive a morte durante greve de fome do ativista Orlando Zapata, a repressão contra mulheres manifestantes do grupo conhecido como “Las Damas de Blanco” (As Damas de Branco) e a “perseguição intensificada” contra outros ativistas como “profundamente perturbadores”.

    “No transcurso do ano passado, eu dei alguns passos para me aproximar do povo cubano e demonstrar meu desejo de buscar uma nova era nas relações entre os governos dos Estados Unidos e Cuba”, afirmou.

    “Mantenho meu compromisso em apoiar o simples desejo do povo cubano a determinar livremente seu futuro e gozar de direitos e liberdades que definem as Américas, e que devem ser universais a todos os seres humanos”, concluiu.

    Publicado por jagostinho @ 19:02



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

3 Respostas

WP_Cloudy
  • barbosa Disse:

    O Obama dev agir com ações. Bastam palavras inúteis. Enquanto ficam no bla bla os sanguinarios Castro continuam matando gente. Uma vergonha.

  • helio Disse:

    O LUla não fala nada? Quantos vão morrer para que alguem faça alguma coisa? Cuba Livre. Liberdade incomoda os comunistas, né?

  • japinha Disse:

    Os americanos tem que contratar o Bin Ladem para acabar com os Castros , pq o FBI é muito fraquinho… kkkkkk

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.