Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 17mar

    PORTAL RPC

    O presidente da Assembleia Legislativa, Nelson Justus (DEM), afirmou na sessão plenária desta

    ALEP - estruturas abaladas

    terça-feira (16) que determinou a abertura de sindicância para investigar os diários avulsos que são publicados pela Casa.

    De acordo com denúncias feitas pela Gazeta do Povo e pela RPCTV,os diários avulsos encobriram atos secretos da Casa Legislativa, como nomeações e exonerações de funcionários que, supostamente, não prestariam serviços para a Assembleia e, mesmo assim, estariam alocados nos gabinetes de alguns parlamentares.

    Justus disse também que todas as denúncias feitas contra a Casa serão investigadas e que ele já se reuniu com o Ministério Público para pedir apoio. Ele afirmou ainda que o departamento jurídico da Assembleia já foi consultado, para que excessos não sejam cometidos pela imprensa.

    “Ontem (segunda-feira) nos reunimos nessa Casa e hoje (terça-feira) pela manhã determinamos a abertura de uma sindicância – pela procuradoria jurídica da Assembleia – para apurar essas denúncias”, disse o presidente da Assembleia Legislativa.

    ANALISANDO:- Em recente pesquisa, 91% dos brasileiros responderam que a imprensa tem que denunciar as mazelas, principalmente, da classe política brasileira. Mas, nada pior para a democracia do que a denúncia vazia.

    Não é o caso dos atos secretos e avulsos da ALEP, denunciados pela RPC. Foi um trabalho espetacular. Os fatos são contundentes. Por enquanto, foram dois capítulos e já causaram um impacto incrível que abalou as estruturas do poder legislativo paranaense. Vamos aguardar os oito próximos.

    Decepcionante e pífia foi a reação do presidente da casa, Nelson Justus. Sobre as declarações de Justus, faço algumas observações:-

    – Do saudoso político, íntegro e amigo, Maurício Fruet é a famosa frase: “quando você não quer resolver coisa alguma abre uma sindicância ou cria uma comissão”.

    – Abrir uma sindicância, tendo como membros, pessoas  da própria ALEP, é uma zombaria. Se quer “cortar na própria carne”, como ele mesmo se expressou, tem que ser uma Auditoria Independente.

    – A colocação “para que excessos não sejam cometidos pela imprensa”  soou mal aos ouvidos de quem é democrata. Afinal, a fase da censura e ameaça já se diluiu no tempo e no espaço. Vivemos e respiramos outros ares.




    Publicado por jagostinho @ 11:16



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

8 Respostas

WP_Cloudy
  • MOACIR Disse:

    Vc tem toda razão Jota. Auditoria só se for independente. O resto é conversa para boi dormir.

  • leal Disse:

    esse Justus alem de ter a lingua presa é um grande cara de pau. Sindicancia com caras da propria assembleia é por coelho em plantação de alface. Ridiculo.

  • maneco Disse:

    os deputados estão quase todos quietinhos pq estão juntos nessa sujeira toda

  • alberto Disse:

    a situação pode ser facilmente resolvida. Monte uma comissão com um membro do Ministério Publico, da OAB, da CNBB, Associação comercial do Paraná, Fiep, e tantas outras entidades privadas. Aí dá para acreditar que teremos a verdade. No mais é lerolero de político de rabo felpudo.

  • barbosa Disse:

    a impressão que tenho que isso é briga de quadrilhas dentro da assembleia. Gente que entregou o ouro para RPC

  • dario Disse:

    será que desta vez dá cadeia para um grandão? Ou só bagrinho vai pro saco?

  • benedito Disse:

    podem escrever. Não vai dar em nada. Em uma semana vai ser tudo abafado.

  • geraldo Disse:

    será que a gazeta e a RPCTV tem moral para denunciar isso? Pode ser um tiro no pé.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.