Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 13mar

    PARANÁ ONLINE/LUCIANA CRISTO

    Espetáculo VIDA - estreia nacional

    Mais de 400 peças de teatro (incluindo a mostra principal e as peças do Fringe), além de apresentações culturais diversas. Opções culturais não faltam para o público que pretende aproveitar os 13 dias do Festival de Curitiba, que começa na próxima terça-feira na capital.

    A cidade também se prepara para receber pessoas vindas de outras localidades, que correspondem a cerca de 15% do público total do festival.

    Dos 230 mil ingressos colocados à venda, boa parte já foi vendida, informa a organização do evento, embora o número exato de bilhetes comercializados não seja divulgado.

    O que se sabe é que algumas peças já estão lotadas, inclusive do Fringe, que é a mostra paralela, marcada pela pluralidade de produções, livremente inscritas, que inclui espetáculos de rua, circo, infantil, dramas e comédias.

    A procura tem sido grande por espetáculos infantis e quem quiser garantir o seu lugar deve correr, segundo o organizador do festival, Leandro Knopfholz.

    “A fórmula do Festival de Curitiba mantém-se a mesma dos últimos anos, mas a ideia é envolver outros eventos culturais, não só os ligados ao teatro, mas tudo que aconteça em Curitiba nesse período dentro do evento”, afirma Knopfholz.

    Memória da cana, apresentação baseada no texto clássico de Nelson Rodigues, Álbum de família, é uma das peças cujos ingressos já se esgotaram, assim como O papa e a bruxa (com texto do dramaturgo italiano Dario Fo, Prêmio Nobel de Literatura) e Simplesmente eu, Clarice Lispector.

    Um dos destaques fica para o novo espetáculo da Companhia Brasileira de Teatro, Vida, tem sua estreia nacional na Mostra e é resultado de uma extensa pesquisa sobre a obra do poeta curitibano Paulo Leminski, com texto e direção de Márcio Abreu.

    A peça não é a adaptação de uma obra literária, mas sim um texto original escrito a partir da experiência de leitura e de convivência criativa com os textos do autor e suas referências. São três apresentações dentro do festival, de 19 a 21 de março, no Teatro José Maria Santos.

    Publicado por jagostinho @ 15:07



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

3 Respostas

WP_Cloudy
  • bia Disse:

    O Festival de Curitiba só deu certo pq a administração pública ficou de fora. Parabens aos organizadores.

  • barbosa Disse:

    olhando o roteiro do Festival, realmente, tem peças muito boas para se assistir. O povão ainda tem dificuldades em acessar. Quem sabe, um dia, todo mundo possa ir ao teatro?

  • arlete Disse:

    fantasticas são as apresentações de rua e praças. O povo interage com os personagens. Lindo.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.