Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 04dez

    ANSA

    O presidente interino de Honduras, Roberto Micheletti, disse nesta quinta-feira que os mais recentes

    Micheletti:"exemplo para o mundo inteiro"

    Micheletti:"exemplo para o mundo inteiro"

    episódios ocorridos no país –as eleições realizadas no domingo e a não restituição de Manuel Zelaya, decidida pelo Congresso ontem– são uma lição para alguns governantes latino-americanos que continuam rejeitando seu governo.

    Micheletti, que chegou ao poder pelo Legislativo após a deposição de Manuel Zelaya em 28 de junho, citou nominalmente os governantes do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, da Argentina, Cristina Kirchner, da Bolívia, Evo Morales, do Equador, Rafael Correa, e da Venezuela, Hugo Chávez.

    “Demos a resposta a Chávez, como demos a Evo Morales, ao senhor Correa, e como estamos dando diariamente a dom Lula da Silva e à senhora Kirchner, que têm um ódio incrível contra nosso país, sem que tenhamos feito absolutamente nada mais que decidir nosso destino”, disse.

    O presidente interino criticou especialmente o governo venezuelano, que de acordo com ele “não favorece a população [do país] e não mudou nada para os pobres”.

    “Acredito que esta é uma mensagem para todos os homens que tentam dominar um país por meio do dinheiro, da força ou do petróleo, como está fazendo Chávez, a quem Honduras disse: aqui, não mais. [Chávez] é um transtornado que não tem capacidade para vir impor absolutamente nada”, afirmou Micheletti.

    Entre os últimos acontecimentos de Honduras, o presidente interino citou as eleições presidenciais de domingo (29), vencidas por Porfirio Lobo, que considerou um “exemplo para o mundo inteiro de como os hondurenhos amadureceram em assuntos políticos e querem viver democraticamente, em paz e tranquilidade”.

    Micheletti também pediu à comunidade internacional que reflita e restabeleça as relações com Honduras, “pois demos todos os passos para viver democraticamente, sem imposições de nenhuma natureza, nem de dentro nem de fora”.

    Publicado por jagostinho @ 08:37



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

3 Respostas

WP_Cloudy
  • osvaldo Disse:

    na lata seo Lula!!!! Se o preidente de honduras dissesse que o teu filme é campanha descarada vc ia gostar???

  • guimarães Disse:

    vejam qual é a turminha que n reconhece as eleiçoes de honduras. Os babacas de sempre.

  • lima Disse:

    eleiçoes do povo, suprema corte e congresso nacional não e´democracia, então oq é legitimidade, hein, Lula?

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.