Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 29nov

    BLOG DO JOSÉ CRUZ

    O primeiro grande escândalo político-esportivo da era “Copa do Mundo 2014” foi revelado ontem eSimão-Arruda-Teixeira tem, entre outros personagens acusados de atos ilegais, o presidente da Federação Brasiliense de Futebol, Fábio Simão.

    Homem forte do futebol candango, Simão acumulava outros dois cargos no primeiro escalão distrital: era o chefe de gabinete do governador José Roberto Arruda e dirigia o escritório que prepara a cidade para o Mundial de 2014.

    A operação da Polícia Federal foi deflagrada por determinação do Superior Tribunal de Justiça e Ministério Público Federal, com o objetivo de investigar um suposto pagamento de propina para parlamentares da base de Arruda – já apelidado de “mensalinho” – na  Câmara Legislativa do Distrito Federal.

    Fábio Simão, que na gestão passada era o homem forte do então governador Joaquim Roriz, manteve o prestígio com José Roberto Arruda, a ponto de conquistar o disputado cargo para dirigir as ações da cidade rumo ao Mundial de 2014.

    Era de Simão a responsabilidade pela licitação para construir o novo estádio Mane Garrincha, na capital da República, orçado em R$ 700 milhões.

    Ontem mesmo, o governador divulgou o afastamento de quatro assessores, entre eles Fábio Simão de sua chefia de gabinete. Porém, não mencionou se o mesmo continuará à frente das ações da Copa 2014.

    O prestígio de Fábio Simão ultrapassava as fronteiras do Distrito Federal, e chegou aos gabinetes da poderosa CBF, dirigida por Ricardo Teixeira, que é amigo íntimo de Arruda (aquele que, como senador, fraudou o painel eletrônico).

    Em maio deste ano entrevistei Fábio Simão, dois dias antes de sua viagem para Nassau, nas Bahamas.

    Convidado de Ricardo Teixeira, ele participou da 59ª reunião da Fifa, quando foram divulgadas as cidades-sedes do Mundial no Brasil.

    Simão sabe muito sobre o assunto que dirigia. Tinha resposta para todas as perguntas e informações detalhadas das ações em andamento.

    Mais: conhecia as particularidades de cada uma das 17 cidades-candidatas à sedes do Mundial de Futebol.

    Desafiado a citar as 12 capitais que seriam escolhidas, Fábio Simão arriscou, com argumentos prós e contras de cada uma. Acertou todas.

    Publicado por jagostinho @ 08:32



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

2 Respostas

WP_Cloudy

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.