Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 12nov

    ASSESSOR DE IMPRENSA/OSNI GOMES

    Com dezenove assinaturas, uma a mais do que o mínimo necessário, o deputado Marcelo Rangel, conquistou hoje( 11/11 ) o direito de instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito que pretende apurar as instalações e contratos de aterros sanitários e licenças ambientais no âmbito do Estado do Paraná.

    São signatários do documento protocolado sob o número 005458 de 11/11/2009 os deputados Ademar Luiz Traiano (PSDB), Antonio Belinati (PP), Cida Borghetti (PP), Cleiton Kielse (PMDB), Dobrandino Gustavo da Silva (PMDB), Douglas Fabrício (PPS), Edson Luiz Strapasson (PMDB), Elio Rusch (DEM), Fernando Scanavaca (PDT), Luiz Accorsi (PSDB), Luiz Carlos Martins (PDT), Marcelo Rangel (PPS), Ney Leprevost (PP), Pastor Edson Praczyk (PRB), Professor Lemos (PT), Péricles de Mello (PT), Reni Pereira (PSB), Stephanes Junior (PMDB) e Valdir Rossoni (PSDB).

    “O momento é extremamente oportuno para levantarmos esta questão porque o assunto vem sendo muito debatido em todo o Paraná e até mesmo porque na Assembleia Legislativa hoje não há nenhuma CPI em funcionamento.

    O deputado Rangel pediu uma CPI composta por treze membros, para num prazo de 120 dias, investigar os critérios de regulamentação e liberação de aterros sanitários no âmbito do Estado do Paraná.

    Verificar as formas como são aprovadas as licenças ambientais pelo poder público estadual, investigando a existência ou n ao de interesses pessoais ou comerciais, de agentes públicos com relação à liberação para aterros privados.

    Analisar, também,os contratos estabelecidos entre o poder público e empresas e procurar ter conhecimento dos questionamentos judiciais referentes às empresas privadas que atuam no setor de aterros sanitários.

    Agora caberá a Mesa Executiva da Assembleia definir a data oficial da instalação. “Vamos ficar atentos a esse processo porque temos a máxima urgência para começar a trabalhar”, disse o deputado.

    Publicado por jagostinho @ 08:34



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

2 Respostas

WP_Cloudy
  • tadeu Disse:

    se o caso do lixo em Curitiba fede pela mutretas, imaginem no Paraná inteiro. Vai dar morte.

  • leonardo Disse:

    os deputados vão mexer em coisa fedida. Vai aoparecer tanto coisa. E n esqueçam de Curitiba. Aqui o mal cheiro é maior.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.