Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 27set

    Notícias, curiosidades, conhecimento e informaçõesrapaz_radio

    DIA DO RADIALISTA
    Ubiratan Lustosa

    Durante muito tempo o Dia do Rádio, ou da Radiodifusão, e o Dia do Radialista foram comemorados juntamente, em 21 de Setembro que é também o Dia da Árvore. A celebração teve início em 1945, quando um decreto assinado pelo presidente Getúlio Vargas fixou os níveis mínimos de salário dos trabalhadores em empresas de radiodifusão.
    Nos anos 80, por ocasião do IV Congresso Brasileiro de Radiodifusão, realizado na Bahia, os proprietários de Emissoras decidiram estabelecer uma data para comemorar em separado O Dia da Radiodifusão. Escolheram 25 de Setembro, pois nesse dia nasceu Roquette-Pinto.
    Edgard Roquette-Pinto, médico, antropólogo e professor, nascido em 1.884, fundou a Rádio Sociedade do Rio de Janeiro, em 21 de abril de 1.923.
    Dessa forma, passamos a comemorar em 21 de Setembro o Dia do Radialista e em 25 desse mês o Dia do Rádio, ou da Radiodifusão.
    Mais recentemente, em decreto assinado pelo Presidente Lula, foi instituído no calendário de efemérides nacionais o Dia do Radialista a ser comemorado em 7 de Novembro, data de nascimento do compositor, músico e radialista Ary Barroso.
    Costumes não se criam por decreto e em razão disso continuo recebendo e enviando cumprimentos na data original da qual todos os radialistas gostam: 21 de Setembro.
    Na verdade, a Radiodifusão é de importância imensurável. E o homem de Rádio que leva a sério a sua profissão, que nela crê e a ela se dedica, presta um serviço de inestimável valor à coletividade e faz jus a essas comemorações.
    Seja na informação precisa e imediata, seja no aviso de utilidade pública, seja no lazer proporcionado pelos programas que divertem e deleitam, seja na orientação dada, na cultura difundida, na transmissão dos eventos esportivos, seja nas mensagens de paz e amor e fraternidade, o profissional de Rádio presta um grande serviço à nação.
    E não são apenas os locutores, os comentaristas, os noticiaristas, os repórteres, aqueles apresentadores que vocês ouvem, que desempenham papel importante na Radiodifusão. Há todo um exército de pessoas cujos nomes vocês nem conhecem, cuja voz vocês nunca escutam e que estão dia e noite, domingos e feriados, trabalhando para que a Emissora possa fazer suas transmissões. São os proprietários e diretores das empresas de radiodifusão, os técnicos, os operadores, o pessoal da área artística, os redatores e produtores, os integrantes do setor comercial e da administração, muita gente mais, compondo uma colmeia que não pára, que trabalha, produz e realiza, fazendo-se merecedora de admiração e respeito.
    No dia 21 saudamos os radialistas. No dia 25 homenageamos os radiodifusores, os proprietários de Emissoras. É muito grande a sua luta, são enormes os investimentos necessários, não é fácil a seleção de profissionais, são preocupantes as despesas enormes que se repetem todos os meses.
    Com tantos compromissos, não foram poucos os que desistiram
    no meio da jornada.
    Recebam nosso abraço, heróicos radialistas e radiodifusores.
    Recebam a nossa homenagem e os nossos votos de sucesso.

    Quentes   &    Rápidas
    ____________________________

    Evolução

    Um novo sistema de telemetria que mostra quantas jogadas
    cada jogador faz durante uma partida de futebol, será apresentado pela Rede Globo. É uma evolução do “tira-teima”. Está em fase final de testes. A qualquer momento começa a funcionar.

    Banda B na África

    A Rádio Banda B (AM) de Curitiba, líder absoluta de audiência, acaba de adquirir os direitos de transmissão da Copa do Mundo de 2010. Terá um estúdio permanente na África com a atuação de todos os componentes de sua equipe esportiva. Das quatro mil emissoras brasileiras, apenas dezenove estarão lá ao vivo. A Banda deve ser a única de Curitiba. Emboras, emboras…

    Desfile de astros

    Durante esta semana, a Hora do Capitão Hidalgo da Globo recebeu gente importante, com depoimentos valiosos  sobre o nosso rádio. Valeu, sem dúvida, ouvir as entrevistas dos radialistas e jornalistas Jota Agostinho, Carneiro Neto, José Domingos Borges Teixeira e Luiz Carlos Chacon de Oliveira. Tomara que o Capitão não perca o embalo.

    Campana fora

    Repercute nos meios radiojornalísticos o afastamento, abrupto, do periodista e escritor Fábio Campana dos programas da Rádio Banda B. Agora que estava emplacando, o discutido e valorizado profissional acabou perdendo sua participação no rádio. Segundo comentários reservados, tudo por causa de faturamento. Dele ou da rádio ?…

    Mestre Greiffo

    O mineiro Rubens Greiffo, atualmente no elenco da Rádio Educativa AM do Paraná, está entre os melhores locutores do ranking brasileiro de todos os tempos. Leitura firme, clara, voz aveludada, inflexões cadenciadas, Greiffo é sem dúvida um verdadeiro cartão de visita da emissora oficial do Estado. Ele pode ser ouvido, diariamente, das 20 às 23 horas.

    Novos profissionais

    Os formandos em rádio e TV já podem trabalhar com roteiro, edição e produção de programas. O curso com formação generalista, capacita o profissional que também pode operar câmeras e equipamentos de iluminação.

    Por que não falam ?

    Os componentes reservas do Jornal da Difusora não fazem citação nenhuma da equipe titular. Por que ? Nem o nome maior do jornalismo, Gilberto Ribeiro, atualmente adoentado, é lembrado. O tal do Marcelo Borges que procura criar novas expressões no programa, como eventual do Gilbertão, tem muito que aprender. É uma questão a ser resolvida pela direção da emissora.

    Rádio digital

    A decisão pelo padrão europeu de rádio digital em nosso país deve sair em menos de 60 dias. O Ministério das Comunicações está para decidir, acabando com uma indefinição que dura há três anos.

    Paranaguá desativada

    A CBN acaba de desativar seu estúdio de Paranaguá, litoral paranaense. Tudo é transmitido, via satélite, de Curitiba. Será que pode ? A concessão permite ?… Algo não está certo.

    Radialismo livre

    A comunicação audiofônica se expande no Brasil, entre radialistas na internet com ajuda do radialismo colaborativo praticado por audiocasters espalhados pelo mundo. A informação é da radiomaker, de respeito, Magaly Prado. Ela acrescenta que as rádios por ip ainda são livres para audição e produção de qualquer um para todos, sem entraves burocráticos. Em tempo: a rádio no celular ganha adeptos de forma crescente, acessível com aparelhos que permitem até ouvir emissoras AM.

    (Lorde)

    Publicado por jagostinho @ 08:00



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

9 Respostas

WP_Cloudy
  • narciso Disse:

    A radio banda B é do Luis Carlos Martins, que é Osmar Dias. O Campanha ganha 40 mil do Beto pra puxar o saco dele. Então, rua pro cara.

  • tonico Disse:

    mas me responda Narciso. O luis carlos toma 70 mil da prefeitura do Beto. Não vai receber mais? Duvido.

  • japinha Disse:

    porra. É não sei quantos mil e para outro! E o meu como fica, Betinho? Tb quero!!!!

  • henrique Disse:

    tem muito nego com inveja do Gilberto Ribeiro, o melhor do momento no radio do paraná.

  • marciano Disse:

    lorde. O que vai ter de picaretas fazendo tubo da Copa vai ser demais. Deviam fiscalizar isso.

  • jorge Disse:

    a rádio digital já existe a anos nos estados Unidos. Somos uma merda de pais mesmo.

  • miguelito Disse:

    com convidados ainda dá para aguentar o capitão. Senão….

  • marcos Disse:

    belo texto de Ubiratan. Grande radialista.

  • REGINA P DOS SANTOS Disse:

    JOTA, PEGA NO PÉ DOS DEPUTADOS RESPONSAVEIS PELAS ASSINATURAS DE ATOS SECRETOS NA ASSEMBLEIA, OK?
    E NO DIA DO RADIALISTA, TODOS DEVERIAM REGISTRAR ESSE ABSURDO..
    ABS

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.