Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 09set
    O bicicleteiro

    O bicicleteiro

    Considerado um dos maiores ídolos da história do futebol brasileiro, Leônidas da Silva deu inicio à sua carreira nas categorias de base do São Cristovão do Rio.

    Atuou no clube Peñarol do Uruguai em 1933. No ano seguinte jogou com a camisa do Vasco da Gama, onde conquistou o Campeontao Carioca de 1934.

    Disputou duas Copas do Mundo, 1934 e 1938, inclusive nesta última foi artilheiro e considerado o melhor jogador do mundo.

    Após fazer história no Botafogo e Flamengo, onde conseguiu vencer o preconceito do clube que até então não tinha passagem de jogadores negros pelo time, Leônidas da Silva foi defender a camisa do São Paulo Futebol Clube.

    E foi em meados da década de 40, no São Paulo, que Leônidas marcou sua carreira, conquistou cinco títulos pelo Campeonato Paulista, e consagrou-se como um dos maiores jogadores da história do clube paulista.

    Em 1951, após encerrar a carreira de jogador, Leônidas continuou no clube mais um ano, como auxiliar-técnico e depois técnico da equipe principal.

    Logo após passou a atuar como comentarista esportivo para várias rádios e, em 1974, cobriu sua última Copa do Mundo, quando recebeu o diagnóstico da Doença de Alzheimer.

    Foi comprometido progressivamente pelos sintomas da doença, e durante trinta anos viveu em uma casa para tratamento de idosos em São Paulo. Morreu em 2004 aos 90 anos.

    Apesar de haver controvérsias acerca do fato de Leônidas ter inventado ou somente aperfeiçoado a “bicicleta”, essa jogada o consagrou e é um dos grandes referenciais que ele deixou como legado de sua vida brilhante como jogador.

    Ele realizou a plástica jogada pela primeira vez em 24 de abril de 1932. Em sua permanência no São Paulo realizou a jogada apenas duas vezes, contra o Palmeiras em 14 de junho 1942, e contra o Juventus em 13 de novembro de 1948 na vitória por 8 x 0 do time.

    Publicado por jagostinho @ 07:58



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

4 Respostas

WP_Cloudy
  • SYLVIO SEBASTIANI Disse:

    Jora Agostinho, tenho uma história interessante sobre o Leonidas.Em meados de 1951, chegando de Salvador, Bahia, onde estive por perto de 8 meses, em São Paulo, o Presidente Getulio Vargas,criou a Delegacia Regional do Trabalho, sendo Delegado Dr. Enio Sarmenha Lepage e meu primo, Carlos Westim de Castro, antigo funcionário do Ministério, foi nomeado Diretor do Departamento de Identificação, e não havendo funcionários, todos foram nomeados interinos, ou eventuais, eu fui um deles, mas que foi nomeado também, foi Leonidas da Silva, e nos tornamos amigos, de pegar o Bonde e ir para nossas casas, junto, todos os dias.Posteriormente ele fopi nomeado Fiscal do Trabalho.

  • SYLVIO SEBASTIANI Disse:

    Desculpe:JOTA !

  • gilmar Disse:

    Azar do leonidas foi jogar naquele tempo. Se fosse hoje estaria milionário.

  • Nivaldo Disse:

    este foi um dos maiores do mundo. Minha hoemnagem ao Ariel que fez a gente lembrar do diamante negro

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.