Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 23ago

    BLOG DE JOSIAS DE SOUZA

    Informações de Raphael Mandarino Júnior, diretor do GSI(Gabinete de Segurança Institucional da Presidência) à Comissão de Segurança Pública da Cãmara Federal dão conta de que as 320 grandes rede de computadores do Governo ( Serpro, Banco do Brasil, Justiça, INSS, Caixa Econômica, etc..) sofre, em média, 2 mil ataques por hora, de hackers.

    Como a audiência era pública e os dados são sigilosos, Mandarino discorreu sobre os milagres sem mencionar os nomes dos santos:

    1. O caso “mais sério” envolveu um servidor de computadores de um “órgão público”. Ouça-se o que disse Mandarino:

    “Uma quadrilha do Leste Europeu entrou no servidor, trocou a senha e pediu um resgate de US$ 350 mil para devolver a senha” antiga.

    Com a ajuda de técnicos da Abin e de especialistas de fora do governo, conseguiu-se “quebrar a senha” da quadrilha. E o servidor foi recuperado.

    Segundo Mandarino, “o caso está sob investigação” da Polícia Federal. Ele se eximiu de revelar detalhes do inquérito.

    2. O segundo ataque revelado por Mandarino na Câmara “ocorreu no site de um órgão brasileiro no exterior”.

    “De repente, houve um grande aumento no número de acessos a esse site. O órgão ficou muito feliz, mas…”

    “…Mas descobrimos que, dentro do site havia ferramentas de ataques bancários internacionais, vindas de países com muito conflito com seus vizinhos”.

    3. O terceiro episódio transpôs para dentro dos computadores do governo brasileiro o embate travado, no Oriente Médio, entre judeus e palestinos.

    “[…] O servidor de um grande órgão público foi usado como difusor de propaganda, tanto para um lado como para o outro…”

    “…Como era um servidor muito grande, com imensa capacidade, ele foi invadido por um dos lados para difundir propaganda…”

    “…O outro lado descobriu, pelo IP, o endereço, invadiu também e fez uma contrapropaganda. […] Esse servidor serviu aos dois lados”.

    4. Por último, Mandarino revelou “uma coisa novíssima”, detectada pelo GSI na semana anterior.

    Disse que portais de prefeituras vêm sendo sistematicamente invadidos entre 11 da noite e quatro da madrugada. São, “em média, seis invasões por noite”.

    Vindos do exterior, esses ataques injetam nos computadores das prefeituras “filmes piratas, fitas pornográficas e de pedofilia”, além de propaganda política.

    “O que percebemos são os hits muito altos. Quando se consegue chegar perto, a coisa já desapareceu”, encerrou Mandarino.

    Publicado por jagostinho @ 10:37



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

4 Respostas

WP_Cloudy
  • nascimento Disse:

    e a gente pensando que tudo está seguro. Banco do Brasil? Vou mudar minha senha. Tá louco.

  • Luciano Rodrigues Disse:

    impressionante hein? Não dá pra ter conta via internet. Já tenho pouca grana e tem milhares de caras kerendo tomar o meu. EU hein?

  • joão maria Disse:

    pq o governo n divulga isso pra todo mundo saber e pensar bem antes de trabalhar com banco pela internet?

  • jacob Disse:

    loucura. O preço da modernidade é muito caro, não?

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.